Personalizar o casamento sem gastar muito!

Oieeeeee
E aí gostaram da brincadeira de ontem???
E hoje, mais uma dica para as noivinhas...
Qual noiva não sonha com um casamento personalizado?
Como sabemos muito bem, casamento gasta, e muito, claro que vale super a pena realizar cada sonho e cada desejo para o nosso tão sonhado Big Day, mas como nosso dinheirinho não nasce em árvore, tem sim como economizar e ter o que sempre sonhamos.
Achei super interessante essas dicas, algumas delas tem sim como fazer você mesma, fazer a arte personalizar ou pedir para alguma amiga, e mandar em alguma gráfica...usar a imaginação e abusar do maravilhoso Google para achar alguns PAP's


Cinco passos para personalizar o casamento sem gastar muito!

Toda noiva sonha com um casamento só dela. Mas, com o orçamento sempre controlado na ponta do lápis, muitas acabam optando por modelos ou produtos padronizados, temerosas de encarecer as contas além do permitido. O que elas não sabem é que a personalização não custa tanto quanto se imagina. Essencial mesmo para um casamento superpersonalizado são as boas ideias. 

“Não é a personalização que custa caro, mas sim os materiais escolhidos”, comenta Alexandre Gross, da Momento Personalizado, especializada em personalizações de itens para festas de casamento. A advogada Larissa Oliveira viu esta teoria funcionar na prática. Sua festa contou com os mínimos detalhes feitos sob medida e os custos não foram altos. “Tudo o que fiz de personalizado representou 5% do custo do meu casamento”, analisa a noiva. Veja abaixo cinco passos sugeridos por Larissa e por experts para personalizar seu casamento sem aumentar demais os custos.

Ter uma festa sob medida depende muito mais de boas ideias do que de orçamento



O conceito
Larissa e Isabella Ciampaglia, assessora da Cheers Eventos, concordam: a primeira coisa é definir o tipo de festa que se quer oferecer. A partir daí se cria uma identidade visual para o casamento. “Elaboramos um conceito e os noivos podem escolher como vão aplicá-lo na festa”, diz Isabella.

convite é o primeiro item onde o conceito será aplicado. Uma boa ideia é usar selos personalizados no envelope. Os Correios disponibilizam selos feitos a partir de uma foto escolhida pelo casal.

A decoração
Logo depois de definir a identidade visual da festa, os noivos podem começar a pensar na decoração. Isabela indica aos noivos escolher um conceito, como um tecido ou um tipo de estampa, que será repetido em alguma parte da decoração.

A decoração do casamento de Larissa foi baseada em duas estampas: poá e listrado, ambos nas cores verde e branco. “Tentei equilibrar. As toalhas de mesa eram mais discretas, porque o cardápio já tinha uma moldurinha de poá”, comenta a noiva. O importante é tomar cuidado para não pesar a mão e encher a festa de itens personalizados. “Quando se usa demais fica cansativo, acaba tendo o resultado inverso”, diz Alexandre.


A papelaria
Itens de papelaria, como cardápios e marcadores de mesa, não representam muito do custo de um casamento. Isabella sugere encomendar toda a papelaria em um lugar só, o que diminui bastante o custo. Se não é possível imprimir a marca do casal – seja ela representada por uma estampa, um padrão ou uma foto – em todos os itens de papelaria, faça escolhas. “Se não dá para personalizar tudo por causa do orçamento, fazer um cardápio, por exemplo, já fica superlegal”, diz Alexandre.

No caso de Larissa, a escolha foi um pouco além. “Sou super fã de MPB, por isso coloquei nomes de cantores e compositores da música brasileira em cada mesa. E o repertório da sala de espera era formado por músicas destes cantores”, diz a noiva. A delicadeza de Larissa quase não teve custo, já que envolveu apenas a mudança de nome nos cartões de mesa e a elaboração de uma lista de músicas para antes da cerimônia. Bastou a ideia e pronto, mais um detalhe do casamento remetia ao perfil dos noivos.


As lembrancinhas
Itens como o kit de banheiro e garrafinhas de água com o logo do casal estão ganhando força, segundo a assessora Isabella Ciampaglia. “Jogo americano, almofadas, toalhas, bancos, toda a parte de papelaria, chinelo, sapatilha e sandálias, tudo isso pode ser personalizado”, diz a assessora.

A louça do casamento também pode servir como um presente para os noivos ou para os convidados. Dorita Almeida Prado, da Adorno Artes, faz louças a partir do modelo dos convites. “Faço uma matriz com as iniciais do casal igual às do convite e gravo em toda a porcelana”, explica. Larissa ofereceu aos convidados um porta-guardanapos como lembrança.

Outros objetos podem tornar a festa ainda mais delicada e personalizada se oferecidos aos convidados, como leques e lenços. Os convidados de Larissa, que também distribuiu charutos com a logomarca do casamento, além dos lencinhos, gostaram muito das pequenas surpresas. “Aos poucos as pessoas da festa foram descobrindo”, relembra.



A fotografia
Além dos muitos estilos de fotografia, existe ainda outra maneira de deixar o registro da festa ainda mais personalizado: a photo booth. Trata-se de uma pequena cabine fotográfica instalada em algum canto do salão da festa. Ali, os convidados podem fazer fotos de brincadeira. “É uma alternativa irreverente e ainda garante fotos interessantes dos convidados sem incomodá-los, uma vez que os próprios vão até o cenário para serem fotografados”, comenta a fotógrafa Andrilene de Oliveira.

Os noivos podem disponibilizar alguns apetrechos - como chapéus divertidos e óculos coloridos – para as fotos ficarem ainda mais descontraídas. A instalação da cabine exige um espaço mínimo de dois metros quadrados. O cenário de fundo é montado de acordo com a decoração da festa e a luz disponibilizada é profissional, explica a fotógrafa. O custo representa uma porcentagem mais considerável do orçamento das fotos. “Pode acrescentar de 20% a 40% no custo total da cobertura fotográfica do dia”, acrescenta Andrilene.

E aí gostaram das dicas???
Fonte: Site Delas (IG)
Um ótimo dia!!!
Bjoooo

9 comentários:

Bruna Almeida disse...

Ameeei as dicas...


Beijos
http://bruna-manoel.blogspot.com/

Fernanda disse...

Oi Jé
Bom Dia!!!!

òtimas dicas...
Não vejo a hora de definir a identidade visual do meu casamento rs
Beijos

Vanessa Santos disse...

Amei as dicas amiga, super valiosas =)
Beijos

Lana Ludmila disse...

Aproveitando o tema do post de hj, vi uma dica no blog da Danee para gastar pouco nos port-guardanapos fazendo vc mesma:
http://porondeforqueroserseupar-danee.blogspot.com/search/label/porta%20guardanapos

Achei muito bacana a ideia! bjosss

Maitê disse...

Na época do meu casamento, eu estudava e trabalhava tanto que quase não tive tempo para respirar ... mas durante as madrugadas e alguns finais de semana, fiz meus porta guardanapos em biscuit (eu e mommy) e fiz aquelas tags de pirulitos para serem colocados dentro do carro ... coisa que a empresa de vallet não fez (kkkkkkkkkkkkk). (hj eu rio, mas na época não achei graça nenhuma ... tive um trabalho do cão que não deu em nada).

Beijinhos !!!!!!!!

Tami disse...

Oi, Jéssica! To mega sumida daqui, né?!

Adorei as dicas.

Aliás, tem sorteio lá no blog de cardápios de mesa, meninas!
Quem quiser, até dia 15 dá tempo de se inscrever.

Beijos e ótima semana, flor.

Ale Quejinho disse...

Quanta dica boa, pena que já casei....
Ale

Cris Rodrigues disse...

Oi querida!
Eu tenho a sorte de ter uma sogra moderna, que é designer gráfica. Ela tá terminando os convites e vai fazer a identidade visual tbm!
Então, meu vestido só em novembro, né?
Bjss

Flávia Shiroma disse...

Oi Jessica! Tudo bem?
Faz tempo que não nos falamos não é mesmo? Sabe que nestas últimas semanas estou fissurada num programa chamado 'Super Casamentos'. Menina, como tem gente que gasta!!!!! Eu fico babando nos detalhes!!!!
Essas dicas do post são super legais! Ainda pretendo me casar no religioso, então tenho que ficar antenada né?
Um beijo querida!